Sobre a Casa de Tijolo

10294521_10200751903279394_9129571338508305006_n

Os artistas André Yassuda, Biba Rigo, Pedro Pessoa, Otávio Zani e Tarcila Andrade formaram em 2011 o projeto “Casa de Tijolo”, a partir de um sonho em propiciar aos artistas plásticos um espaço independente voltado a artes visuais. A Casa de Tijolo é um projeto independente e colaborativo gerido por artista que promove exposições, debates, cursos, residência artística e outras formas de difusão e aprofundamento da práxis da arte, através de ações que possam gerar questionamentos e reflexões em torno do fazer, mantida por recursos do grupo e pelos artistas que desenvolvem atividades conjuntas.

Durante o ano de 2012 o grupo realizou suas atividades em uma casa localizada no bairro da Vila Madalena em São Paulo. Realizando-se ali, diversas atividades práticas, dezenas de exposições e servindo como ponto de encontro entre artistas e a comunidade. No final de 2012 a casa, que era alugada, foi vendida. O grupo de artistas continuou se encontrando e realizando algumas atividades, como grupo de pinturas e algumas ações em espaços públicos.

Em 2014, o grupo remanescente do projeto inicial ocupa o espaço onde funcionava o Ateliê Funilaria e Pintura, até então mantido pelas artistas Biba Rigo e Luiza Sandler, e retoma suas atividades em um novo espaço. O espaço como construção no fazer artístico.

Uma das características principais do projeto está ligado a vivência da materialidade das coisas e dos encontros como processo de criação enquanto um fazer que se dá em todas as atividades. Para isso é fundamental um espaço físico como um componente do próprio trabalho, base das ações onde o artista se relaciona com o espaço e o entorno.

A Casa como lugar que é habitado por experiências de um fazer poético onde a materialidade da construção possibilita um diálogo com a ação de um formar que é um transformar. Momento único dentro do processo do trabalho de cada artista, de seu caminhar, oportunidade de convívio com seus pares podendo muitas vezes apontar para novas direções e outros horizontes.

“Que a Casa sirva aos artistas, que os artistas sirvam aos seus trabalhos, que os trabalhos sirvam às pessoas e que as pessoas sirvam a algo maior do elas mesmas.” André Yassuda


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s